Google: meu Gmail não é só um e-mail

Lembro-me como se fosse hoje. Recebi um convite para ter acesso a um dos serviços que possivelmente seria o mais completo e mais importante plataforma de e-mails do mundo: O Gmail.

Os importantes 1Gb de armazenamento de e-mail eram a grande novidade. 1Gb era muita coisa pra época e certamente chamou a atenção de muitas pessoas, inclusive a minha.

Aceitei o convite e comece a usar. Foi no ano de 2004, mais precisamente em 1o. de Abril de 2004 que o Google lançou seu serviço de e-mails. Não sei quanto tempo depois liberaram os convites e não sei exatamente a data que ingressei, mas sei que foi bem no comecinho.

17 anos? Deve ser mais ou menos isso

Os anos se passaram e novos serviços do Google foram surgindo e eu me associando. O meu e-mail na plataforma se tornou o principal canal de comunicação com meus amigos, parentes e até com contatos comerciais.

Depois vieram os serviços para agenda de contatos, agenda de compromissos, anotações, logins de aplicativos, etc. Tudo sendo aos poucos atrelados a minha conta do Google.

O que uso do Google hoje?

Tudo talvez seja exagero, mas 98% da minha vida digital está associada a serviços do Google. O Gmail sem dúvida é o principal canal. Sabe quando você se cadastra em um site e ele pede o seu e-mail?
Pois bem, asrsantos@gmail.com.

Abri uma nova conta no banco, qual seu email? asrsantos@gmail.com
Assinei um serviço de stream: asrsantos@gmail.com
Onde quer receber os projetos da sua casa nova? asrsantos@gmail.com
Comprei uma licença de software, pra onde vai o número de série: Dã, no Gmail.

É, você vai vinculando sua vida em um serviço, e nesse caso são 17 anos de história. Não consigo contabilizar quantos milhares de serviços na internet possuem meu e-mail cadastrado.

Por que estou contando tudo isso?

Pra contar como o Google pode o considerar insignificante e qual o tamanho do problema que pode lhe causar se resolver de desativar a conta.

Eu comprei um smartphone Android novo nesse mês de maio de 2021. Uso sempre dois aparelhos, um iPhone como aparelho pessoal e um Android para a empresa. Sou desenvolvedor mobile e preciso das duas plataformas. Decidi então manter apenas um único celular. Peguei meu aparelho antigo Android, migrei tudo que tinha nele para o meu novo aparelho e deixei pra fazer a migração do iPhone depois, tinha bastante coisa pra mudar, sabe?

Pois bem. No final de semana, 8 de Maio, iniciei a minha migração de iPhone para Android. Consegui migrar tudo, exceto o WhatsApp. O app do Facebook grava os dados no iCloud Drive pelo iPhone e no Android, usa o Google Drive. Não há como fazer backup em um sistema operacional e restaurar no outro.

Comprei um software chamado iCareFone que faz o backup, mesmo assim estava difícil restaurar os dados, então resolvi fazer uma tentativa.

Peguei todos os meus dados do WhatsApp do iPhone, copiei e preparei para fazer um backup. Acessei o Google, assinei mais espaço no Google Drive evoluindo para 100Gb e pronto, subi tudo para o Google Drive.

Antes tivesse perdido o backup WhatsApp e ficado com a conta Google

Haviam muitos vídeos de pessoas importantes na minha vida e que vejo muito pouco, como a minha avó materna que mora longe de casa. Tive pouco contato com ela e pouquíssimas fotos ao seu lado. Não havia feito o backup desses momentos em outra plataforma, estavam todos no Google Drive. Para não perder as fotos mais recentes que tinha feito e estavam apenas nas trocas de conversas em grupos da família no WhatsApp, resolvi que não iria perder essas recordações.

Fiz o upload para o Drive desses e diversos outros momentos no último dia 10 de Maio. Mas não sabia que haviam outros materiais no backup do WhatsApp que poderiam ser conteúdo nocivo ou que violasse as regras do Google. Na verdade, não sei se realmente existe isso no meu backup. Foi a “única” justificativa que o Google me deu e nada mais.

Conta Desativada, sem aviso, sem perdão, sem conversa…expulsão…

A conta é simplesmente o centro de toda a minha vida digital. Tudo está atrelado a essa conta. Além de tudo isso, ainda tem coisas importantes guardadas nos e-mails, como números de série de softwares que comprei, documentos de quitação de produtos e serviços virtuais e físicos, informações sobre histórico médico e uma infinidade de informações importantes da minha vida.

O Google desativou minha conta…sem eu nem saber o porque.

Não sei que regra violei, que conteúdo é impróprio, por quanto tempo o bloqueio ocorrerá, enfim.

Não consegui NENHUM contato com o Google. É simplesmente impossível falar com eles. Talvez eu consiga conversar com o presidente dos EUA, mas com o Google, não…impossível.

Classifico o ocorrido como uma “condenação a pena de morte virtual” sem direito a argumentação, conversa, backup, nada.

Tudo jogado no LIXO pelo Google por conta de uma infração que não sei o que é e não tive a oportunidade de argumentar, conversar, pedir auxílio, ajuda, nem feedback. O Google excluiu uma vida inteira, varreu meus dados, minha vida da internet, histórico de vídeos, abas abertas, minha conta de desenvolvedor Android, TUDO. (Abaixo veja “SÓ” alguns dos serviços que foram cancelados.) Fora alguns outros milhares que sinceramente nem faço mais ideia de quanta coisa perdi.

DUVIDO que leiam esse feedback. É IMPOSSÍVEL falar com ELES, impossível ter qualquer tipo de contato. O Google não tem ideia do impacto causado na minha vida em função dessa CONDENAÇÃO, DESSE LINCHAMENTO. O Google é inacessível.

É INUMANO

Descobri (…era de se imaginar, claro) que, como eu, existe milhares e milhares de pessoas na mesma situação. Sei que são bilhões de contas bloqueadas todos os dias por infligirem propositalmente as regras, por tentarem usar os serviços para armazenar materiais impróprios, pirataria, violência e etc. Mas não é meu caso. Em 17 anos de conta nunca tive incidentes, nunca houve problema na minha conta. Uma empresa que todos os dias nos revela seus avanços em Inteligência Artificial para auxiliar humanos em diversas tarefas, não consegue criar um sistema capaz de detectar uma infração e punir de modo que não prejudique seu usuário. Estranho não?

Google, por que seu sistema não varre a conta, identifica o problema (vídeo, foto, etc), apaga e comunica o usuário com um alerta?

Por que não verifica o tempo de conta do usuário, quantas infrações foram cometidas, valida a situação e ai sim pune se for uma reincidência ou algo assim?

Mas não. O nivelamento é por baixo. A empresa não tem A MENOR ideia do impacto que pode causar com um bloqueio desses. Não lhe dá chance de fazer backup de nada, de reaver nenhum contato, de argumentar, de conversar…não há chance de reparação do erro.

Abaixo alguns dos serviços que foram varridos:

Google Drive, Gmail, PlayStore, Console PlayStore, Agenda, Keep, Contatos, Logins de Aplicativos, Fotos, YouTube, YouTube Premium, Senhas salvas, histórico de páginas visitadas, histórico de vídeos, abas salvas, Formulários de Pesquisa, Google Analytics, Google AdSense, histórico de acesso ao blog que possuo, conquistas recebidas por emails, documentos, histórico de aplicativos baixados no Google Play, conquistas em games, assinaturas de podcasts, históricos de compras, notas fiscais de produtos recebidas por email, licenças de softwares que comprei. O Google jogou tudo no lixo ao desativar minha conta, sem aviso, sem conversa, sem tolerância, sem atendimento ao usuário, apenas os comandos de uma des-inteligência artificial que não é capaz de pensar como um ser humano e dar uma segunda chance ao seu usuário, justamente por não ter nenhum comprometimento com o ele.

Profundamente Decepcionado pela falta de vontade do Google.

Espero que um dia possam ler essa postagem e me procurarem para entender melhor o problema, entretanto não tenho nenhuma fé de que isso será um dia se quer lido ou indexado nas buscas do Google.

COMPARTILHE!

Se você sabe um modo de fazer essa carta chegar ao Google, compartilhe nas suas redes sociais. E se está passando por isso também, mais uma razão para compartilhar.

--

--

Um cidadão comum buscando um mundo melhor.

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store